Claudia e cia | Fotografia de família | São José dos Campos

Antes de mais nada, Feliz Ano Novo !! E que 2012 seja O ano ! Que ele seja instigante e que você tenha plenitude para passar por desafios, sempre aprendendo e tentando dar o melhor de si.

O ensaio que escolhi para iniciar esse ano no blog já tem alguns meses e foi, de certo modo, um desafio pra mim. Estou mais acostumada a fotografar as pessoas em estúdio, no meu espaço. Lá eu tenho controle de tudo (em tese) e a privacidade tão desejada por pessoas tímidas como eu. Porém, se o espaço é pequeno para o número de pessoas nem sempre o estúdio é viável.

Então, fui encontrar Claudia e sua linda família numa praça da cidade. Lá estavam ela, o marido e os dois filhos lindos. E também a irmã e o marido. Fiquem com algumas fotos!

Esses são os pequenos Enrico e Pietro. Quem os olha assim quietinhos nessas fotos nem imagina o quanto esses meninos correram pra lá e pra cá. 🙂

Amor entre irmãs, certamente eterno !

Essa é uma das minhas fotos preferidas do dia !

Claudinha, obrigada pela oportunidade, foi uma tarde bem gostosa !

Fotografar ao ar livre é outro universo, é altamente desafiador. São muitas as variáveis: a luz que muda a cada piscar de olhos, as sombras, o vento… e a timidez. É preciso um certo desprendimento, um desligamento do mundo ao redor para que haja a conexão entre fotógrafo e as pessoas que serão retratadas. Parece controverso mas se existirem preocupações a conexão não se dará por inteiro. O fotógrafo parece não estar nem ali, mas ele está, é bem provável que os transeuntes observem, afinal, é uma aparição pública rs. E o bonus ? Você tem a diversidade aos seus pés, as locações infinitas, a maravilhosa luz natural. É preciso ter alguma técnica para saber aproveitá-la bem. A inspiração também aflora nas mesmas proporções, é aquele raio de sol incrível, a luz perfeita, a natureza bela e envolvente.

Ah, esse assunto é longo. Assim como acho tolas as discussões do tipo Canon x Nikon (só para exemplificar), também acho desnecessário desmerecer a foto em estúdio ou a foto externa caso alguém tenha alguma preferência restrita. Na minha humilde opinião, ambas podem ser inesquecíveis, seja pelo lado bom ou não. Podem ser lindas ou ruins, mas todas tem o seu espaço, isso é fato. É tudo uma questão de escolha, do momento oportuno. Importante mesmo é o registro, o momento que ficará para sempre.

Teria a vida graça sem desafios? Acredito que não. Então, que venham outros !

Até mais !


Leia também:
Carina06/01/2012 - 1:10 pm

Amei, amei, amei! Lindas fotos, tratamento impecável!
Delicioso!

Sabe que eu tenho esse problema tb, morro de vergonha de ficar com a câmera que nem uma doida, deitando, ajoelhando, procurando angulos… Qdo to fotografando eu me sinto o centro das atenções e eu odeio ser observada… Muito complicado isso! Preciso trabalhar melhor esse meu lado tb.

Beijão

Ana Reis06/01/2012 - 1:27 pm

Obrigada Cá !
De certo modo é reconfortante saber que não sou a única envergonhada hehe.
Mil beijos

Gabi Butcher26/01/2012 - 8:01 pm

AMEI!!! Adorei as fotos, locação e edição… Aninha vc arrasou!!! <3

Ana Reis27/01/2012 - 9:25 am

Obrigada Gabi ! <3

Your email is never published or shared. Required fields are marked *

*

*

N o v i d a d e s